29th nov

Culinária Escandinava

Olá pessoal do Comida Conecta! Hoje falaremos sobre culinária escandinava, que por enquanto, irá cobrir a Suécia, Finlandia, Dinamarca e Noruega.

Okay, mas o que é típico na mesa de cada um destes países?

A comunidade destes países no Brasil é discreta, se comparada com outros países como China, Japão e até Alemanha, mas tivemos o prazer de conhecer pessoas e familias que mantém suas tradições e culturas vivas aqui através da culinária.

Um exemplo excelente é o Associação Beneficente Escandinava Nordlyset em São Paulo, localizada no bairro do Campo Belo, com mais de 120 anos de existência dedicada a manter valores, história e cultura e hábitos desta comunidade. A associação abriga também o Restaurante Svanen, que tive o prazer de conhecer mais de 10 anos atrás com um Smogasborg (falaremos mais disso depois, em um outro post.

O que despertou a curiosidade para este post foi a Feira Escandinava, evento anual realizado pela Nordlyset com o intuito de aproximar cultura, marcas e culinária dos países. Realizado no tradicional Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo, o evento teve uma duração muito curta, de apenas dois dias (e realizado num horário comercial). Tivemos a chance de comprar apenas alguns itens, como visto abaixo:

Koskenkorva Mintu

Antes de mais nada: a julgar pela embalagem de plástico, não levava a mínima fé nesta vodca antes de beber ela. Não poderia estar mais enganado!
Normalmente associada ou com um sabor muito forte alcóolico ou nenhum sabor alcóolico (normalmente reflete uma qualidade superior), a minha experiência com este destlidado era a normal de qualquer brasileiro: Smirnoff, Absolut, ocasionalmente uma Stolichnaya e todos os primos pobres: Baikal et altri. Com o tempo e meu irmão morando na Russia, tive o privilégio de acessar Russian Standard e Beluga, duas marcas de qualidade muito diferenciada.

Bebemos esta Koskenkorva Minntu junto com uma pasta de caviar de bacalhau que falaremos a seguir. O nome, como sugere, traz um sabor mentolado delicioso, similar a uma bala de eucalipto (Halls, mentex, freegells, qualquer uma). Tá, é difícil imaginar que isso seja bom com álcool, mas dados os sabores fortes das receitas e produtos típicos, achei muito bom e muito diferente!

Ribs Gelé Gestus

Já falamos da Fruta+Açúcar aqui, nossa marca de geléia artesanal, que tenho imenso carinho mas… gente, frutas vermelhas de países nórdicos = QUALIDADE.

Groselha, como um bom brasileiro, para mim é Milani (sim, espaço para piadas). Não tenho idéia como é uma groselha fresca, imagina uma geléia disso.

Fato é que essa geléia tem uma consistencia mais de jelly, uma gelatina. Mas é doce no ponto certo com espaço para um azedinho que combina muito bem com torrada ou carne de porco!

Aqui tiramos a foto da geléia junto com outros itens, mas confesso que provamos ela direto da colher!

Klades Holmen Matjesill

Iremos falar em breve sobre uma receita de Rollmops, vinda da familia da minha bisavó, que foi transmitida por gerações e que espero no futuro replicar com o devido respeito. Aqui estamos falando agora de um peixe que é tradicional do leste europeu e países escandivavos.

O arenque (origem da marca de roupas brasileira Hering) é um peixe branco muito gorduroso e saboroso, ideal para ser feito em conserva para invernos que exigem muitas calorias (lembramos que tais países tem picos de -30°C nos seus invernos gélidos).

Aqui neste caso, mini filés de arenque curtidos numa marinada de temperos vem em uma embalagem fechada, nós escolhemos servir com uma pasta de ovas de caviar, que falaremos a seguir (a parte laranja do lado esquerdo e o arenque do lado direito, ambos em cima de uma cama de cream cheese e abaixo de fatias de picles de pepino.

Ejderns Smogarskaviar

Capaz que você já teneha visto em lojas de importados (ou caso tenha interesse em culinária alemã), patês ou pastas de queijo ou até repolho dentro de tubos metálicos iguais aos de pasta de dente da década de 80.

Bem, aqui falaremos de Smogaskaviar, um tipo de patê feito com ovas de bacalhau curtidas no açucar. Sim, várias informações nesta última frase causam surpresa.

Normalmente vemos ovas, ou qualquer outra coisa, curtidas no sal. Achar bacalhau fresco já é incomum para o brasileiro, imagine ovas dele, algo muito comum para a culinária escandinava

O ponto é: Um paté delicioso, pungente, forte, com sabor bem acentuado de frutos do mar, perfeito para ser provado em cima de uma torrada com nata ou cream-cheese.  Não esperava esse tipo de sabor, mas confesso que não é uma comida leve e fácil de se acostumar para o dia-a-dia.

Anthon Berg Marzipan Chokolade

Finalmente, amendoas. Marzipan é um doce preparado com clara de ovos e amendoas trituradas. Agora imagine isso, com cerejas ao rum, envolto em chocolate meio amargo. Deu vontade? A Anthon Berg, marca dinamarquesa criou esta delicia que clama por um café feito na hora, sem açucar para complementar este doce. Bem pequenos, muito equilibrados no açucar, simplesmente deliciosos.

Faxe øl

Colocamos todas as marcas e nomes dos produtos nas respectivas linguas, o que faz “øl” parecer muito estranho. Mas estamos falando da marca de cerveja dinamarquesa Faxe, que já está no Brasil há algum tempo. Eu pessoalmente gosto muito dela, especialmente pelo tamanho e pela versão forte dela.

Justamente com a brazuca Vixnu, uma Imperial Ale da Colorado, tomamos duas cervejas fortes deliciosas para arrematar os sabores da noite, combinando escandinava e sua prima tupiniquim. Terminamos a noite realmente com a curiosidade desperta!

Parte Final: Colaboração Local, Helsinki | Finlandia

A parte mais legal, que rolou depois deste banquete foi saber algumas informações, particularmente sobre culinária finlandesa e detalhes sobre marcas e redes de supermercado. Uma amiga querida indicou um contato de uma colega de mestrado, a Heli.

Fica a dica para ler o this is FINLAND, na área de receitas típicas, primeiro para perceber como o Suomi (finlandês) é uma lingua com uma pronuncia muito diferente e depois quais são os ingredientes mais típicos.

Outro detalhe legal que a nossa amiga Heli falou é que por algum motivo, festas com caranguejos se tornaram populares na Finlandia e um blog que ela sugeriu um blog descreve como prepará-los e comê-los com a devida etiqueta! Por favor, use o Google Translator neste caso!

Pedi uma ajuda para saber sobre como seria fazer compras em Helsinki no supermercado e ela comentou da K-kauppa, uma rede de supermercados. Cacei alguns vídeos para ter uma idéia de como são as coisas por lá. (não que a distribuição das lojas modernas mudem muito, mas é sempre legal conhecer!)

Até a próxima Comida Conecta, se tiver boas indicações de outros lugares para provar culinária escandinava, é só avisar!

Comentários (0)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *