Buenos Aires

Neste post o Comida Conecta não só vai falar da culinária de outro país, mas irá trazer a opinião de outras pessoas visitando este país. Vamos trazer um pouco da capital dos nossos vizinhos e hermanos… Buenos Aires, Argentina.

Nem vou entrar no mérito de zoar os caras, tenho mais de um amigo argentino, e porteño (pra quem não sabe, aqueles nascidos na capital argentina). Você pode pensar em mil motivos para zoar eles com futebol e outras razões mundanas.

Fato é, conheço gente muito legal e a culinária dos caras (especialmente com assados) é de salivar. Pra começar, queria deixar a dica do Tastemade Español, canal online que ficou famoso nos EUA, mas criou perfis regionais para Brasil, Espanha, Argentina e por aí vai. E depois o Locos X El Asado, com receitas de churrasco e outras coisas mais (com trilhas sonoras bem animadas também!)

Bem, a gente vai falar apenas de alguns lugares de Buenos Aires, mas lembre, como qualquer país, cada região tem particularidades culinárias e no nosso caso, a cidade conta com diversas opções ótimas para se deliciar. Procure por opções não turísticas, locais, garanto que vale a pena.

Vamos falar primeiro através do Carlos Valério, amigo carioca (por hora sem zoar com cariocas também, mais de um amigo da cidade maravilhosa), que recentemente visitou um restaurante que também tive o prazer de ir: La Brigada.

14375295_1187249351334702_1369823523_o

Para começar, a localização é em San Telmo. Quem já foi pra cidade sabe que todos recomendam para turistas irem na feira de rua (bem longa e variada, programa bem legal), trata-se de um bairro bem bacana, antigo e boêmio. Tome um tempo para acessar o site do restaurante com a caixa de som ligada (obviamente tocará uma seleção de tangos de Gardel), super bacana, vale para despertar a vontade

Sobre o restaurante, não é um restaurante recomendado para turistas, se perguntar na rua por um “asado” recomendarão outros lugares assim que perceberem que você é brasileiro (sério, eles sabem rápido que você é brasileiro). Só que, quando fui, assim que entrei vi a foto do Messi e do Maradona juntos com o dono do restaurante (garçom falou que eles vão sempre que podem).

Na realidade acabei descobrindo esse lugar fantástico devido ao Andrew Zimmern, host do programa Comidas Bizarras. Ele acabou mostrando o La Brigada por causa dos “chinchulines”, literalmente intestino bovino ou tripa. Na boa? Eu gosto se bem feito. Não precisa gostar e nem precisa crucificar quem curte também, vai de cada um. Abaixo o Andrew junto com o dono do restaurante, Hugo Chavarrieta:

55bb95a5caa38

A decoração do restaurante inteiro respira futebol. Camisetas, flâmulas, bolas, tudo!Claro, nosso amigo Carlos é flamenguista roxo, mas o La Brigada tem muitas camisetas e flamulas do mundo inteiro. A definição dele do lugar foi:

14393218_1187249301334707_1739255195_o

“Lugar imperdível pra conhecer um dos melhores churrascos argentinos sem ficar pobre, mais ainda pros amantes de futebol! A decoração com camisas autografadas é espetacular”

Além das pratas da casa, gente como Bono Vox também tem fotos com Hugo Chavarrieta. Veja essa entrevista do dono. Citando o mestre:

“La carne habla solita. Un poquito de sal… y que se muestre como es. Hay que saber elegirla y no taparla con salsas ni cosas raras”

Sobre as carnes, para pedir um corte com um pouco mais de propriedade (não é obrigação, se deliciar com surpresas é ótimo também), é preciso ver os cortes locais. Sim, brasileiros cortam o boi de uma maneira, argentinos de outro, norte americanos de outro.

Tem muita coisa bacana online mas esse site eu achei bacana. Agora…Veja aí embaixo. Simples, bem assado, elegante e delicioso. Papas fritas, ou a batatinha de acompanhamento é comum lá, bem como um chimichurri. Claro, nosso amigo preferiu uma cerveja gelada para acompanhar o prato, mas o La Brigada tem uma ótima carta de vinhos nacionais que valem a pena. Não precisa esbanjar, qualquer opção de tinto será bem vinda com certeza.

14374653_1187255824667388_753238587_o

A segunda parte deste post vai para a Natalia Mekbekian, amiga querida de origem argentina e armênia que além de ter ido a Buenos Aires recentemente também conheceu as bandas da Patagônia.

Ela foi no Los Infernales, também localizado em San Telmo e especializado em carnes. Só que aqui o lance é mais moderno. Sandubas, hamburgeres, hot dogs artesanais, croquetes, empanadas típicas e muito mais. Tudo isso feito num lugar com decoração bem moderna.

Abaixo dê uma conferida, nos panchos, o nosso dogão, mas feito com salsichas de coelho. Dá uma olhada na opinião da Natália:

“Local com entrada discreta na rua de San Telmo, mas não por isso desconhecido. Já é uma das boas indicações dos novos restaurantes e cafés que estão repaginando o bairro. É conhecido por apresentar pratos e sanduíches com carne típica do Sul, além de servir cervejas Artesanais e chás gelados da casa.”
“No clima de mesa coletiva, moderninho e sem frescura. Preços são ok, mas vale mais a pena para comer algo diferente do papas y milanesa naqueles locais ‘pega turista'”.

mix

O Los Infernales além do site, uma página deles no face que é de passar vontade. Ainda não tive a chance de visita-los presencialmente mas com certeza irei. Basicamente neste post começamos a cumprir com nossa função inicial: Conectar pessoas. Mesmo assim, mostramos apenas dois lugares de Buenos Aires. Existem diversos outros lugares que iremos conhecer ainda pessoalmente ou pela colaboração de amigos.

Seja por um desconhecido que vá ler este post amanhã ou pelo fato que indiquei um lugar para um amigo ir e uma amiga me indicou outro, este blog quer aproximar pessoas e conectá-las através dos nossos hábitos alimentares. Espero que você tenha gostado, em breve visitaremos mais lugares diferentes!

Comentários (1)
  • O La Brigada é muito bacana. Comi o mesmo prato e também preferi a cerveja. O prato é muito bem servido e o serviço é muito bom. Apesar de não ser fã de futebol, achei a decoração do lugar com as camisas de diversos times muito legal.
    Vou guardar a dica do Los Infernales para uma próxima visita 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *